É economicamente viável ser sustentável?

É economicamente viável ser sustentável?

Ser sustentável diz respeito à adoção de práticas diárias que geralmente envolvem sair da zona de conforto, do jeitinho tradicional. Lembra como era confortável aquela sensação de que poderíamos produzir, consumir e descartar, infinitamente, sem medo de que algo pudesse faltar? Quem um dia imaginou que os canudinhos de plástico seriam banidos?

Sem entrar no mérito dos recursos finitos, as pessoas não-sustentáveis justificam-se sob o argumento de que “ser sustentável não é economicamente viável”.

Será mesmo que a sustentabilidade se opõe à prosperidade?

A sustentabilidade passa, necessariamente, pela redução do consumo, do desperdício e das emissões de gases do efeito estufa. Dessa forma, quando otimizamos o uso de matérias-primas, estamos na verdade fazendo uma poupança para o futuro, evitando a exploração desnecessária de recursos. Poupança que poderá valer ouro à medida em que os recursos se tornam escassos.

Em termos industriais, a eliminação do desperdício reduz as despesas com insumos, com o tratamento de resíduos e com a compensação de emissões, resultando em uma grande vantagem econômica. As certificações que preconizam práticas de minimização dos impactos ambientais, como a ISO 14001, já demonstraram ter efeito direto e positivo na lucratividade das empresas ¹ .

Mas, e se a sustentabilidade não fosse financeiramente interessante? Qual seria a sua escolha ou a escolha das empresas em que você investe?

O ganho financeiro, às custas do uso insustentável de recursos naturais, ainda pode ser mais vantajoso em muitos casos. Afinal, por que investir em reflorestamento se desmatar é mais simples e barato? 🤔

Convide seus amigos, colegas e familiares a refletirem sobre o mundo em que desejam viver quando alcançarem o montante financeiro dos sonhos. A prosperidade individual e coletiva só pode existir, de forma duradoura, quando há equilíbrio e abundância real dos recursos que garantem a qualidade do nosso ar, água, alimentos e energia. Plante um futuro melhor!

Por Ana Julia Ferreira
Mestre em Produção de Alimentos e Gestão de Agroecossistemas
Gerente de Relacionamento – Radix



REFERÊNCIAS:
¹ FERRON, Renato Tognere et al. Is ISO 14001 certification effective? An experimental analysis of firm profitability. BAR, Braz. Adm. Rev., Rio de Janeiro , v. 9, n. spe, p. 78-94, May 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S1807-76922012000500006.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *